terça-feira, 20 de março de 2018

Expedição Uruguai - Parte IV (Colonia del Sacramento)

28 de dezembro - Quinta-feira

O dia amanheceu lindo, fresco e com céu azul. Acordamos, arrumamos tudo, tomamos aquele belo café e assim que estávamos saindo, por curiosidade fui dar uma folheada no jornal do dia. Para minha surpresa, lá estava nossa história estampada no caderno Verano Ciudades, do Jornal El Pais. Muito legal!

E não é que saímos no El Pais? 


Los Salvajes Famosos

Esse exemplar levei para mim e então paramos em uma banca de jornal para todos guardarem o jornal de recordação.
Nos despedimos de Montevideo, seguimos viagem e foi tudo bem tranquilo.

Bye bye Montevideo

Tradição de expor nas janelas a bandeira de Natal.
Infelizmente não consegui comprar uma 

Combinamos de parar na Colonia Suiça que fica no caminho de Sacramento, pois quando estivemos na região em 2012, não tivemos a oportunidade de parar.
Nessa região, motos não pagam pedágio.

Pedágio livre para motocicletas
Logo que avistamos a placa, entramos para Nueva Helvecia e demos umas voltas pela cidade.


Portal

Catedral de San Carlos 

Flores e cores

Fizemos uma parada na Panaderia & Confiteria El Paso, onde provamos as mais deliciosas empanadas do mundo. Comemos muitos doces também e fizemos uma bagunça no local. Nossos especiais agradecimentos a jovem Cecília, que nos atendeu com muito carinho.

Ainda bem que paramos aqui

Empanadas quentinhas saindo do forno


Doces diversos
A simpática Cecília, da Panaderia El Paso

Comemos quase a padaria toda

Após o ataque de gula, continuamos nossa viagem, passamos por belas fazendas, pegamos uma interdição na estrada, mas logo estávamos em Colonia del Sacramento, onde ficaríamos 2 dias.

Fazendas e feno

Ops...mudança de rota

Belíssima estrada



Chegamos em Colonia del Sacramento

Nos dirigimos para o nosso hotel, localizado na avenida principal da cidade. O Hotel Esperanza, é Patrimônio Histórico da Humanidade e tem relatos de ser o primeiro hotel da cidade.


Hotel é Patrimônio Histórico da Humanidade

Nosso quarto

Já instalados e refrescados, saímos a pé para passear pela cidade. O sol estava bem forte e graças às inúmeras e belíssimas árvores frondosas, fomos caminhando pela sombra na medida do possível.

Belíssimas ruas

Pelas ruas de Colonia

Tradicional Restaurante El Torreón


Carros antigos fazem parte do cenário

Carro decorado como restaurante, do El Drugstore

Interior do Restaurante El Drugstore

Av. Gral Flores, vista impagável

Fomos almoçar no meio da tarde e alguns restaurantes já estavam fechados. Paramos então, bem pertinho do hotel, no Restaurante Mercosur, que serve de tudo um pouco: lanches, parrillas, pizzas, etc.

Pamplona de pollo

Após o almoço, descansamos um pouco e descemos até o Paseo de San Gabriel para apreciar o tradicional pôr do sol, uma hora muito esperada pelos turistas, que se acomodam em silêncio, para contemplar o fim do dia. Nesse período do ano, os dias são mais longos e o espetáculo ocorreu por volta das 20h. O visual do Rio da Prata dourado é encantador.

Paseo de San Gabriel

E foi graças ao pôr do sol, que reencontramos um casal de motociclistas que conhecemos em Montevideo. Residentes em Taubaté, Joshi e Karla também estavam lá para registrar o momento. Aproveitamos para conversar um pouco mais sobre aventuras e viagens em duas rodas. No dia seguinte, o casal seguiria para a Argentina. Boa viagem amigos!

Fim de tarde, um convite ao namoro




Nós, com nossos novos amigos, Karla e Joshi

O amor está no ar

Continuamos nosso passeio e nos deparamos com um ensaio de um grupo de mulheres para a Llamada, a festa mais popular do Uruguai, realizada sempre na primeira semana do mês de fevereiro.


Passeamos pelo Centro Histórico, tomamos sorvete na sorveteria Freddo e paramos no restaurante Chacro, para tomar umas cervejas. Simplesmente lotado, fomos informados que só havia vagas para jantar na noite seguinte. Ficamos ali apreciando o lindo local com nossas cervejinhas e depois partimos sem destino.

Puerta de la Ciudadela

Ladeiras iluminadas

Chacro

Cervejas artenanais, Chacro

Jardim do Chacro

Após um boa andança, optamos por parar no Bien Al Sur, um restaurante muito agradável, com ótimo atendimento, cerveja gelada e deliciosa cozinha. Em breve, mais detalhes, no Blog Dicas da Mi.

Patagonia geladinha

Jantar no Bien Al Sur



29 de dezembro - Sexta-feira

O dia amanheceu com céu claro e bastante quente. Após o café da manhã, fomos passear do outro lado da cidade, com paisagens completamente diferentes, pois apesar do peso histórico da cidade, há também a parte moderna, com hotéis 5 estrelas, centro comercial, praias e belíssimas casas.

Rambla Costanera

Hotéis modernos


Sheraton

Costa Colonia, nos hospedamos aqui em 2012


Fomos então a Plaza dos Toros, oficialmente chamada de Plaza Real de San Carlos. O local teve vida curta e foi um sucesso entre 1910 a 1912, quando recebia turistas de toda a região para ver as touradas. Devido a uma lei estabelecida pelo governo uruguaio, que proibiu este tipo de espetáculos em todo o país, a última corrida foi no ano 1912. Desde então, a Plaza de Toros foi abandonada e mesmo estando em ruínas nos dias de hoje, continua sendo um dos principais pontos turísticos da cidade.

Plaza de Toros

Plaza de Toros



Retomamos o passeio e curtimos o maravilhoso visual da avenida que beira o Rio da Plata. Chamada Rambla Costanera, começa após o estádio de futebol e se estende até o campo de golfe do Hotel Sheraton.
Em toda sua extensão, vimos pessoas fazendo exercícios, lendo e até mesmo fazendo churrasco, muito bacana.

Sossego

Churrasquinho

Avenida costeira


Fizemos uma parada para tirar fotos no Letreiro de Colonia e o sol estava escaldante.

Os famosos letreiros

Para dar uma refrescada, paramos nas duchas e nos molhamos de roupa mesmo. Foi uma ótima decisão.


Refrescando na ducha



Fomos então para o Parador Victoria Rambla, um bar e restaurante muito agradável com uma vista sensacional. Tomamos uma cerveja bem gelada e provamos umas batatas com queijo e cebolas empanadas.
Os maridos aproveitaram para se refrescar no rio.

Tranquilidade no Parador Victoria Rambla



Papas com queso

Nas águas do Rio da Prata

Aconchego

Continuamos o passeio e fomos fazer umas compras no supermercado Precio Más Bajo. Paramos também em uma sorveteria e lanchonete na mesma rua, chamada Heladeria Nuevo Frapee, onde comemos deliciosas empanadas.

Empanadas da Heladeria Nuevo Frapee

Após o lanchinho da tarde, cada um seguiu um rumo. Particularmente, queria muito conhecer a Iglesia de San Benito, pois é o nome de meu pai, então nos dirigimos para lá. Fica localizada perto da Plaza dos Toros. Inaugurada em 1761, é a igreja mais antiga preservada no país.

Iglesia de San Benito




Retornamos para o hotel, descansamos, tomamos banho e saímos a pé para passear mais um pouco. Passamos por diversos lugares tão encantadores, que foi difícil selecionar as melhores fotos para publicar aqui.

Estátua viva no centro histórico

Intendencia de Colonia
Av. Gral Flores

Porto de Iates

Centro Cultural Bastión del Carmen

Carros antigos

Basílica do Santíssimo Sacramento

Saindo da missa

Plaza Manuel Lobo



Farol ao fundo

Heladeria El Cali

A foto mais linda que tirei em Colonia

Buquebus ao fundo


Bastión de San Miguel

Puerta de la Ciudadela

Puerta de la Ciudadela

Estação

Ele ama uma churrasqueira

Paz

Após ver o lindo pôr do sol, continuamos nossa caminhada e paramos em um barzinho muito simpático, o Bar Missfusión Colonia. Ali tomamos vinho e petiscamos Tequenos, que são deditos de muzzarella venezolanos com salsita, um salgado típico da Venezuela.

Bar Missfusión Colonia

Tequenos



Continuamos nossa caminhada e fomos atraídos pelo som que estava tocando em frente a um bar, que estava lotado. Paramos e como não tinha mesa na calçada, ficamos no balcão a espera de uma.
O Barbot Brew Pub é um bar super descolado e que nos surpreendeu pela sua alegria. Assim que sentamos, recebemos uma cestinha com pipoca e nem precisa dizer que amei né? Experimentamos várias cervejas artesanais e para fechar a noite, apreciamos um hambúrguer. Em breve, mais detalhes no Blog Dicas da Mi.

Pipoca de entrada

Burger





Felizes com nossa noite pra lá de proveitosa, retornamos para o hotel para partir na manhã seguinte.


Estivemos em Colonia do Sacramento, de 28 a 30 de dezembro

Curiosidades sobre Colonia del Sacramento - UY
  • Distância de Campinas:  2.170 km
  • Distância de São Paulo: 2.099 km
  • É um dos 19 departamentos do Uruguai, que têm como capital Colônia do Sacramento, uma linda cidade turística muito frequentada por turistas do mundo todo e é um dos destinos turísticos mais importantes do Uruguai, recebendo milhares de visitantes por ano
  • É banhada pelo Rio da Prata e possui uma localização privilegiada para receber turistas, uma vez que se encontra a uma hora de barco de  Buenos Aires e a duas horas de carro de Montevideu
  • O Centro Histórico é reconhecido pela UNESCO como Patrimônio Histórico da Humanidade
  • A Puerta de la Ciudadela, também conhecida como Puerta de Campo, são as ruínas do que seria a entrada da cidade colonial. A construção é do ano de 1745 amparada por largas muralhas que protegiam a cidade dos invasores
  • A Plaza dos Toros foi um sucesso entre 1910 a 1912, quando recebia turistas de toda a região para ver as as touradas. Devido a uma lei estabelecida pelo governo uruguaio, que proibiu este tipo de espetáculos em todo o país, a última corrida foi no ano 1912. Desde então, a Plaza de Toros foi abandonada e mesmo estando em ruínas nos dias de hoje, continua sendo um dos principais pontos turísticos da cidade
  • A Basílica do Santíssimo Sacramento é a sucessora da primeira construída no atual território uruguaio. A igreja foi muito ampliada no século XVIII e no início do século XIX, mas em 1823 um raio caiu e causou uma explosão num depósito de póvora na sacristia, causando a derrocada de parte do edifício. Restauros realizados no século XIX e XX deram ao templo a forma atual. No interior se encontram algumas obras de arte de origem colonial
  • O farol foi erguido sobre as ruínas do convento de São Francisco, construído em 1694 e destruído por um incêndio 10 anos depois. Algumas paredes da construção original ainda estão lá. Em 1857, o farol foi inaugurado. É um dos pontos turísticos mais fotografados da cidade e é aberto ao público para visitação, com cobrança de entrada. A vista é espetacular
  • A comunidade Suiça é muito presente e próximo de Colônia estão as cidades de Colônia Suiça e Nueva Helvecia, que cultivam as tradições como sua gastronomia, festividades, etc
  • A gastronomia da cidade conta com um amplo serviço, com cafés, bares, restaurantes  com as tradicionais parilladas, sorveterias e lanchonetes com o típico chivito
  • O Bastión de San Miguel se encontra na parte antiga da cidade, e fazia parte de uma muralha que foi construída em 1745, que tinha como função defender a cidade. Ali ainda é possível encontrar uma grande parte dessa fortificação como a muralha e canhões

2 comentários: